Festa tem debate com intelectuais regado a uísque

do Guia Folha

A festa Cabaret Revoltaire, que mistura performances artísticas variadas com balada, ganha na edição desta terça-feira (13) o “5 contra 1”, em que escritores, desenhistas, estudiosos de cabala, músicos e outros artistas debatem sobre algum tema enquanto “enfrentam” uma garrafa de uísque. Na estreia, estarão presentes o cartunista da Folha Caco Galhardo e os escritores Luiz Roberto Guedes, Márcio Américo (mediador da vez) e Marcelo Mirisola, idealizador do debate informal.

A ideia, segundo Mirisola, já existia há algum tempo: “Quando fui na edição passada da festa (Cabaret Revoltaire) vi que ali tinha um cantinho que seria perfeito, falei com a Isadora Krieger [criadora da festa com Daniel Minchoni] e ela topou”. O tema de discussão é livre e deve partir de algum assunto proposto pelo mediador, Márcio Américo. “Eu não sei bem o que vai acontecer, a gente vai chegar lá, beber uma garrafa de uísque e conversar. Uns amigos meus irão gravar e devemos postar depois em algum lugar. Eu ainda não sei. Amanhã será uma espécie de programa piloto”, disse Mirisola.

Caco Galhardo, que já comandou ao lado do escritor Reinaldo Moraes e da produtora Ana Pands o podcast “Fogo no rádio”, em que os três mais um convidado discorriam sobre um determinado tema enquanto bebiam, disse também não saber ao certo o que vai acontecer: “Tem vários escritores, e a conversa deve girar em torno de literatura, mas será descontraído e feito na base do improviso”. Para Galhardo, os melhores lugares para “boemia intelectual” são Mercearia São Pedro e a praça Roosevelt.

Além do “5 contra 1”, a noite terá também os poetas Renan Nuernberger e Pedro Tostes, a dançarina Karina Raquel, também conhecida como Fascinatrix, o artista plástico Maurício Eloy, a cantora Érica Alves, que se apresentará junto do DJ Pedro Zopelar e do marionetista e ator Rafael Liedens. Para encerrar a noite, Isadora Krieger e Gláucia ++ assumem os pick-ups com tango, bolero, samba, MPB e rock.

A Cabaret Revoltaire ocorre quinzenalmente no Beat Club (centro de São Paulo), a partir das 21h. Até as 23h, a entrada é gratuita —após esse horário, será cobrado R$ 10 (entrada) ou R$ 20 (consumação).

  1. fredericoantonelli posted this

Blog comments powered by Disqus